Destaque, Notícias › 06/06/2013

Frei Adriano conduz o 6º dia da Trezena

Nesta quarta-feira, 5 de junho, aconteceu o 6º dia da Trezena dedicada à Santo Antônio. O tema proposto foi “Usa mais vezes os ouvidos do que a língua”, frase retirada de uma das admoestações do santo paduano.

O pároco, Frei Adriano Freixo, OFM, foi o pregador do dia e falou a respeito da prudência que devemos ter ao falar e da prática da escuta atenta.

A liturgia do dia celebrou a solenidade de São Bonifácio, mártir da Igreja, nascido em 672, conhecido como o Apóstolo dos Germanos.

Bonifácio significa aquele que faz boas obras. E foi este um dos pontos da homilia.

Frei Adriano falou a respeito da ressurreição, tema central do Evangelho do dia (cf. Mc 12,18-27) e das boas obras. “Fazer boas obras é ressuscitar, é levar uma vida que não acaba”, exaltou.

No Evangelho, Jesus é questionado a respeito da ressurreição, e diz, a respeito de Deus: “Ora, ele não é Deus de mortos, mas de vivos!”. Na homilia, Frei Adriano falou a respeito do modo como vivemos o nosso cotidiano, “o céu, a vida eterna, a ressurreição dos mortos para nossa fé, é uma realidade que começa aqui e agora”, acrescentou.

Sobre o tema do dia, o pároco alertou para a prudência que devemos ter ao falar. “Somos muito apressados em falar e lentos em ouvir”. Abordou ainda sobre problemas que a sociedade e a Igreja enfrentam por causa desta falta de atenção com a escuta. “Temos dificuldade para ouvir Deus, sua Palavra, a Igreja, temos dificuldade de ouvir os pais, eles tem dificuldade em ouvir os filhos, que, por sua vez, não ouvem os seus irmãos. Nós, na Igreja, temos dificuldade em ouvir, dar atenção”, afirmou.

Santo Antônio era um grande pregador e anunciador da Boa Nova. Após a sua morte, apenas a sua língua permaneceu intacta, um sinal de que ela era instrumento vivo da Palavra de Deus. O pregador advertiu: “somos violentos ao falar, agredimos, ofendemos, criamos divisões com o que falamos. Muitas vezes morremos por aquilo que falamos”, disse.

O pároco concluiu sua homilia exortando para que exercitemos a escuta atenta do outro, para que possamos ser pessoas melhores, e que “nossa língua possa anunciar coisas boas”.

A Trezena segue até o dia 12 de junho. No encerramento, que coincide com o dia dos namorados, haverá uma benção especial para os casais. Neste dia também haverá distribuição de alianças, símbolo do amor de Deus para com o seu povo.

Acompanhe abaixo os dias, horários e temas da Trezena:

06/06 às 19h30 – Tema: “Ciência perfeita é amar a Jesus e segui-Lo”
07/06 às 19h30 – Tema: “Quem não pode fazer grandes coisas, faça ao menos o que estiver na medida de suas forças”
08/06 às 16h – Tema: “Os olhos misericordiosos do Senhor estão sobre os que procuram a paz”
09/06 às 19h – Tema: “A misericórdia do Pai é graciosa, espaçosa e preciosa”
10/06 às 19h30 – Tema: “Afasta-te do mal, mas isto ainda não basta: é preciso praticar o bem”
11/06 às 19h30 – Tema: “Nós, famintos, seguimos o pão”
12/06 às 19h30 – Tema: “Quem ama não conhece nada que seja difícil”

Confira aqui mais imagens da Trezena dedicada à Santo Antônio.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com