Destaque, Notícias › 10/06/2013

“A misericórdia do Pai é graciosa, espaçosa e preciosa”

Este foi o tema proposto para o 10º dia da Trezena dedicada a Santo Antônio. O pregador do dia, o pároco Frei Adriano Freixo, falou a respeito da compaixão de Jesus para com a viúva de Naim.

O Evangelho deste 10º domingo do Tempo Comum nos traz a passagem onde Jesus reaviva o filho da viúva de Naim. (Cf Lc 7, 11-17). “O que aconteceria conosco se nós perdêssemos tudo aquilo que é importante, e se nós perdêssemos tudo?”, perguntou o confrade. Esta era a situação da mulher relatada no Evangelho. Para ela, que já havia perdido o marido, a perda do filho, que garantia além do seu sustento sua dignidade perante a sociedade da época, significava perder tudo o que ela possuía.

“Jesus age de compaixão para com ela e usa duas palavras de conforto: ‘não chore’. Palavras que, naquele momento são para ela vida e vida nova”, disse Frei Adriano.

“Neste momento começa a ressurreição daquela mulher, e o que acontece depois é a conseqüência. Não é apenas seu filho que é ressuscitado, mas ela própria”, afirma. “O Evangelho nos mostra que onde Jesus está, a vida sempre será vencedora”, acrescentou o pároco.

Sobre o tema da noite, “A misericórdia do Pai é graciosa, espaçosa e preciosa”, uma frase retirada de um sermão de Santo Antônio para o Tempo da Quaresma, sobre o mesmo Evangelho de Lucas, exortou que a misericórdia de Deus é graciosa pois é um dom, graça de Deus; espaçosa pois é sem limites temporais e preciosa pois não há como medir seu valor. “A misericórdia devolve o valor e a dignidade do ser humano”, afirmou Frei Adriano.

Falou ainda a respeito da misericórdia que devemos ter conosco, uma vez que Deus sempre nos perdoa, mas se não somos capazes de nos perdoarmos de nossas faltas, nunca conseguiremos compreender e aceitar o perdão de Deus e estendê-lo aos outros que nos cercam.

O pároco encerrou a homilia com a prece que o próprio Santo Antônio concluiu a sua homilia:

“Senhor Jesus Cristo, pai misericordioso, Infundi em nós a vossa misericórdia Para que também nós a usemos para conosco e para com os outros, Não julgando nunca a ninguém, Não condenando nunca a ninguém, Perdoando sempre a quem nos ofende E dando sempre nós mesmos e nossas coisas A quem nos pedir. E tudo isso no-lo conceda o próprio Senhor Que é bendito e glorioso Pelos séculos dos séculos. Amém.”

Confira aqui mais imagens da Trezena dedicada à Santo Antônio.

A Trezena segue até o dia 12 de junho. No encerramento, que coincide com o dia dos namorados, haverá uma benção especial para os casais. Neste dia também haverá distribuição de alianças, símbolo do amor de Deus para com o seu povo.

Acompanhe abaixo os dias, horários e temas da Trezena:

10/06 às 19h30 – Tema: “Afasta-te do mal, mas isto ainda não basta: é preciso praticar o bem”
11/06 às 19h30 – Tema: “Nós, famintos, seguimos o pão”
12/06 às 19h30 – Tema: “Quem ama não conhece nada que seja difícil”

No dia 13 de junho, dia de Santo Antônio, as missas começam às 6h e acontecem a cada hora e meia, encerrando com a missa solene às 19h30, seguida de procissão pelas ruas do bairro. Ao longo do dia haverá distribuição de pães bentos e venda do tradicional bolo de Santo Antônio.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com