Destaque, Notícias › 27/07/2013

Família franciscana se encontra com seus Ministros e Superiores Gerais na JMJ

SAM_0223“O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu, para anunciar a Boa Notícia aos pobres; enviou-me para proclamar a libertação aos presos e aos cegos a recuperação da vista; para libertar os oprimidos, e para proclamar um ano de graça do Senhor.” (Lc 4, 18-19)

Foi assim, citando o Evangelho de Lucas, que Frei Michael Perry, Ministro Geral da Ordem dos Frades Menores, deu inicio à sua fala no encontro dos Ministros e Superiores Gerais Franciscanos durante a Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro, na última quarta-feira, 24 de julho.

O evento reuniu o Ministro Geral da Ordem dos Frades Menores, Frei Michael Perry, o Ministro Geral da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, Mauro Jöhri; o Ministro dos Frades Menores Conventuais, Frei Marco Tasca; o Vigário Geral da Terceira Ordem Regular, Frei Amando Trujillo; a presidente da Confederação Internacional dos Irmãos e Irmãs Franciscanas, TOR, Deborah Lockwood, OSF; a Ministra Geral da Ordem Franciscana Secular, Encarnación del Pozo; e a vice-presidente da Federação das Irmãs Concepcionistas do Brasil, Ir. Lindinalva de Maria.

O local escolhido para o encontro foi a igreja de São Sebastião, no bairro da Tijuca, que ficou repleto de frades, religiosos e religiosas, jovens da JUFRA, representantes da OFS, entre outros.

SAM_0231Frei Michael Perry exortou os presentes a serem presença significativa no mundo, alertando que “esta não é uma opção que pode se dizer sim ou não se somos cristãos”. Falou ainda sobre a passagem do Evangelho de Lucas, que hoje todos são chamados a serem profetas, chamados a proclamar uma nova ordem no mundo, de esperança e liberdade para todos.

“Para ser seguidor de Francisco e Clara, e preciso deixar que a mensagem entre primeiro em nossos corações”, acrescentou Frei Michael.

Em seguida, o Ministro Geral da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, Frei Mauro Jöhri, iniciou sua fala com uma passagem da vida de São Francisco, refletindo sobre a opção pelos pobres. “Somente quando se abriu aos pobres encontrou o Cristo. Não se pode dizer que amamos a Deus se não amamos os pobres”, afirmou.

Já Mauro Tasca, Ministro dos Frades Menores Conventuais, falou sobre comunicação. “Somos chamados a viver a comunicação de maneira diferente, pois temos um modo diferente de nos relacionarmos”, afirmou. Falou ainda sobre Francisco e Clara, como exemplos de comunicadores, e falou sobre Deus, que não tomou a iniciativa, se comunicando de forma concreta com a humanidade, ao encarnar seu Filho entre os homens.

“Vamos mudar o mundo, é aquilo que o mundo espera de nós”, finalizou.

Outros temas abordados foram ecologia, vida comunitária e trabalho.

SAM_0245Em seguida, três jovens fizeram perguntas aos Ministros Gerais e Superiores Franciscanos. “Qual deve ser a postura de um frade menor frente ao mundo?”, foi a pergunta de Frei João Pedro Inácio Silva Almeida, da Província da Imaculada Conceição. Frei Michael Perry respondeu sem hesitar: “fé, esperança e amor”. E depois explicou: “fé, pois Deus está presente em cada momento de nossa vida. Esperança, pois é a coragem para estender a mão aos que necessitam e amor, que nos dá ânimo para continuar”.

Ao serem perguntados sobre qual a linguagem que a Igreja deve usar para falar com a juventude, responderam que deve ser a linguagem do amor, anunciando o Evangelho com fé e amor. Destacaram ainda a necessidade de conhecer quem são os jovens e como eles vivem. “Vamos transmitir o que nós temos, Deus toca o coração das pessoas com o Espírito Santo”, concluiram.

O encontro foi encerrado com uma oração e os Ministros e Superiores Franciscanos fizeram uma benção de envio aos presentes.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com