Notícias › 21/05/2015

Papa: pedir a graça da unidade e recusar a divisão

santamartaNa homilia da Missa em Santa Marta o Papa Francisco afirmou que os cristãos de hoje são chamados a pedir a graça da unidade e a lutar para que entre eles não se insinue o “espírito de divisão, de guerra e de ciúmes”.

O Santo Padre imergiu nas leituras do dia e na densidade das palavras que Cristo pronunciou e confiou aos Apóstolos antes de se entregar à Paixão. Jesus manifesta “a grande oração” para que a Igreja seja unida, que os cristãos “sejam uma só coisa”, como Jesus o é com o seu Pai. Mas Cristo manifesta também “a grande tentação” para que não cedam ao outro “pai”, ao da “mentira” e da “divisão”. Verdadeiras chagas que o Senhor sofreu como preço da unidade:

“Talvez nós não estejamos suficientemente atentos a estas palavras: Jesus rezou por mim! Isso é precisamente a fonte de confiança: Ele reza por mim, rezou por mim… Eu imagino – mas é só uma figura – como está Jesus diante do Pai, no Céu. É assim: reza por nós, reza por mim. E o que vê o Pai? As chagas, o preço. O preço que pagou por nós. Jesus rezou por mim com as suas chagas, com o seu coração ferido e continuará a fazê-lo.”

“Devemos ser um, uma só coisa, como Jesus e o Pai são uma só coisa. Este é precisamente o desafio de todos nós cristãos: não dar lugar à divisão entre nós, não deixar que o espírito de divisão, o pai da mentira entre em nós. Procurar sempre a unidade. Cada um é como é, mas procura viver em unidade. Jesus perdoou-te? Perdoa todos. Jesus reza para que nós sejamos um, uma só coisa. E a Igreja tem grande necessidade desta oração de unidade”.

Na conclusão da sua homilia o Papa Francisco afirmou que devemos dar espaço ao Espírito Santo para que nos transforme numa só coisa, para que nos dê a unidade.

Fonte: Rádio Vaticano

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com